Tag Archives: autoestima das gordas

Gorda e feliz no sexo sim!!

receba as atualizações do site no seu email é grátis. Digite seu email na caixa e clique em receber , não se esqueça de confirmar a inscrição no email cadastrado


Aprender a gostar de si mesma é uma necessidade vital. Se você é magra demais, gordinha, baixa ou mais alta que a maioria, não pode se excluir pela diferença, mas aprender a gostar daquilo que você é.

Nós gordinhas sofremos pois nos achamos gordas demais,feias,sem graça, não nos achamos atraentes ou sexys o suficiente .

No mundo atual muitas mulheres se escondem, só usam roupas escuras e largas, fogem dos clubes,
praias e situações de maior exposição corporal. Outras brigam com a numeração e ficam tentando usar
roupas um ou dois números menor que seu real tamanho, o que fica feio e até vulgar. Isso vale para
adolescentes, mulheres maduras e da terceira idade.

Claudia Jimenez afirma que era lésbica por ser gorda

receba as atualizações do site no seu email é grátis. Digite seu email na caixa e clique em receber , não se esqueça de confirmar a inscrição no email cadastrado


receba as atualizações do site no seu email é grátis. Digite seu email na caixa e clique em receber , não se esqueça de confirmar a inscrição no email cadastrado




Este é um  dos resultado das mulheres que não se assumem , ficam fugindo da aparência que tem e cai em algo para rebater ou tentar preencher a frustração com o corpo.

A Claudia Jimenez teve um relacionamento por 10 anos com outra mulher a (personal trainer Stella Torreão) , até mais ou menos o ano de 2008 , ela nunca escondeu que era lésbica.

Recentemente em entrevista a Folha de São Paulo,(entrevista na íntegra aqui) Cláudia afirmou:


Sou ex-gay … Não tinha sensualidade , era muito mais gorda do que sou hoje. Não tinha forma , nem vaidade. Achava que não tinha atributos para seduzir um homem.Como tinha que ser amada me joguei nas mulheres .E com o trabalho de humor foi a mesma coisa , me servia de escudo de instrumento de defesa”

Claudia também disparou que queria passar a imagem de mulher (tô nem aí) e completou “Olha como sou fodona , como nem ligo se alguém me chamar de feia. Mentira!

Não se permita viver apenas por viver e não faça da vida uma vávula de escape para suas tristezas , pare e analise o que é bom e ruim para você , exclua as ruins e fique com as boas , se não gosta da aparência então busque a mudança de forma consciente . Mas jamais se anule , jamais deixe de viver da maneira que deseja por causa da sua aparência.

Hoje Claudia esta com 52 anos , quanto tempo da vida dela foi perdido por causa da ideologia do corpo perfeito. Quantas e quantas Claudias tem por aí?

OBS: Este post não é uma ofensa a gays, lésbicas e afins apenas uma notícia real , a sexualidade não deve ser decidida pelo corpo , mas no caso da Claudia foi para disfarçar a frustração com o corpo, assim como influenciou na sexualidade dela por estar gorda , outras mulheres mergulham na depressão e outras coisas.

Leia também

Estou com depressão [momento reflexão]
O corpo ideal
Sou gorda.Sou feia?

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.